FUG é parceira na promoção de sorvetada e feira de adoção de animais
26 de novembro de 2019
Pesquisadores brasileiros descobrem que o zika pode ser aliado no combate ao câncer de próstata
30 de novembro de 2019
Exibir tudo

Doenças prostáticas em cães – Novembro Azul

A próstata é a principal glândula do sistema reprodutor masculino dos cães. Depois do homem, os caninos são os mamíferos que mais apresentam enfermidades prostáticas, as quais podem causar diversos sinais clínicos como dor ao urinar ou defecar e febre.

Doenças da próstata em cães acometem somente machos não castrados, principalmente idosos, sem distinção de raça ou porte físico.

Os principais sinais clínicos relacionados às doenças de próstata em cães são:

  • Dor ao urinar;
  • Dor ao defecar;
  • Sangramento no pênis;
  • Fezes achatadas em “forma de fita”;
  • Febre.

O diagnóstico dessas doenças inicia-se pelo histórico, anamnese, exame físico com palpação retal, e exames de imagem como radiografia e ultrassonografia. Em alguns casos é necessária a realização de biópsia e exame histopatológico para a confirmação do diagnóstico.

As principais patologias prostáticas em cães são:

  • Hiperplasia prostática benigna;
  • Inflamação (prostatite);
  • Cistos prostáticos e paraprostáticos;
  • Abscessos prostáticos;
  • Neoplasias – câncer.

O tratamento das afecções prostáticas pode ser medicamentoso, cirúrgico ou ambos. Em alguns casos de neoplasias malignas pode ser necessário também o uso da quimioterapia.

O prognóstico é variável a depender do diagnóstico, sendo bom em casos de hiperplasia prostática benigna é reservado à desfavorável nos casos de câncer. A prevenção das doenças prostáticas em cães é realizada com a castração dos animais, quanto mais precoce, melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *