O Conselho Federal de Farmácia (CFF) aprovou nesta quarta-feira, 25 de novembro, em sua 437ª Reunião Plenária, a resolução que regulamenta a realização de procedimentos estéticos invasivos não cirúrgicos por farmacêuticos. Assim que a resolução for publicada, o que está previsto para esta sexta-feira, 27, estarão permitidos a aplicação de toxina botulínica, o preenchimento dérmico, a carboxiterapia, a intradermoterapia / mesoterapia, o agulhamento / microagulhamento estético e a criolipólise.

O presidente do CFF, Walter da Silva Jorge João, destaca que a regulamentação faz parte da política de expansão da atuação farmacêutica em curso na atual gestão. Nos últimos quatro anos foram publicadas várias resoluções, que dispõem sobre as atribuições clínicas do farmacêutico, a prescrição farmacêutica; a floralterapia; a genética humana; a dispensação e aplicação de vacinas e outras. A nova resolução também vem contemplar os anseios dos profissionais que desejam atuar na área. “São procedimentos menos invasivos que outros já praticados de rotina pelos farmacêuticos. A regulamentação é justa e pertinente.”

Higor Guerim, farmacêutico esteta em Curitiba/PR, comemorou a aprovação da nova resolução e avalia que “o segmento estético tem crescido e a profissão farmacêutica precisa acompanhar os avanços do mercado a fim garantir cada vez mais seu espaço”.

Além de Higor Guerim, do Paraná, acompanharam a discussão e aprovação da resolução Rafael Ferreira (SP); Israel Miranda Teixeira (BA); e Nassara Mesquita (GO). Roberto Canquerini, presidente do CRF-RS, e Marisol Muro, secretária-geral do CRF-PR, intermediaram a participação dos farmacêuticos estetas na plenária.

A Presidente do CRF-GO, Ernestina Rocha, estava presente na plenária do CFF e parabenizou o Grupo de Trabalho (GT) em Estética do CFF. “Em especial à farmacêutica goiana, Nássara Mesquita, que faz parte do GT/CFF, é presidente da Comissão de Estética do Conselho Regional e que muito tem lutado pelo crescimento da atividade em Goiás”.